Escritora feminista: Conheça os principais nomes na literatura

Escritora feminista: Conheça os principais nomes na literatura

Deseja saber quem é a maior escritora feminista de todos os tempos? Então, leia o nosso artigo para não conhecer apenas uma mulher, mas várias e de diversas nacionalidades. Já que cada autora tem seu próprio jeito de escrever e sua maneira única de abordar o feminismo.

Sendo assim, conheça os principais nomes da literatura e suas obras incríveis para serem lidas e servirem de inspiração para qualquer mulher. Muitas delas já faleceram e algumas estão começando agora, entretanto todas têm algo interessante a dizer.

Virginia Woolf

Virginia Woolf é considerada uma das escritoras mais importantes do século XX. Suas técnicas narrativas e estilo poético são contribuições importantes dos romances modernos. Como sofreu abuso por parte de seus dois meio-irmãos, não conseguiu superar a desconfiança dos homens.

Portanto, elogiou as intenções românticas das mulheres. Mais tarde, conheceu a escritora Vita Sackville-West e estabeleceu um relacionamento amoroso com ela. O romance acabou, e a amizade entre elas sobrevive para sempre.
Virginia Woolf tem 9 romances publicados e mais de 30 outros tipos de livros. Ainda é uma das escritoras mais influentes na literatura mundial e a narrativa mais inovadora do século 20. Ela defendeu os direitos das mulheres por meio de seus escritos.

Simone de Beauvoir

Alguns escritores não têm predecessores ou sucessores: sua originalidade é absoluta. Simone de Beauvoir pertencia a esta organização porque sua mente era uma espécie de fuga da realidade, permitindo-lhe chegar a lugares que nunca tinha estado antes.

Embora seu livro “O Segundo Sexo” tenha recebido muitos rótulos, a definição de sua obra depende do existencialismo, humanismo, ilustrado ou construtivismo, mas o fato é que o livro que foi publicado 70 anos depois, é definitivamente um clássico, através do qual vai continuar a pensar e explicar o mundo.

É assim que as pessoas se sentem ao ler este livro, porque ele eleva a experiência da vergonha e da autoculpa das mulheres a um pensamento filosófico inteligente e sutil. Sua obra expressa claramente uma meditação sistemática sobre o significado social e, em 1949, não havia nem palavra para isso. Por isso considera-se Simone uma escritora feminista pioneira.

Margaret Atwood

Margaret Atwood é uma escritora do Canadá. As personagens mulheres que ela criou excederam completamente os padrões esperados no cânone, que tem uma fórmula clara para a ficção feminina.

Em “Noiva Ladra“, ela cria personagens do mal e trata de temas como estratégia militar. Na “Odisseia de Penélope“, ela narra o famoso mito subvertendo a narrativa original. Esta não é a história de um marido viajante, mas a narrativa de uma mulher que tece e desmonta, mas desiste da passividade. Ela reinterpretou Penélope, um símbolo de lealdade e obediência feminina, que agora se tornou o centro da história.

Isabel Allende

 

Isabel Allende
Créditos: Continuidade Podcast

Isabel Allende é uma escritora do Chile que vive há muitos anos nos Estados Unidos e sua obra mais famosa é Casa dos Espíritos. Suas personagens nunca foram mulheres fracas e ninguém desafiará a condição de subordinação das mulheres ou situações em que você acha que as mulheres não desempenharão ou liderarão papéis em sua própria história.

Ela também deu muitas palestras sobre a situação da mulher no mundo da literatura e político de hoje. Sendo uma das principais escritoras feministas latinas.

Clarice Lispector

Quando falamos sobre escritora feminista, o nome de Clarice sempre aparece. Embora não aborde diretamente a questão do feminismo, nada pode incorporar o feminismo mais do que um livro como “Paixão de GH”.

Além disso, Perto do coração Selvagem e A Hora da Estrela, são todos grandes romances. Ela coloca o dedo sobre a ferida impiedosa e faz uma pergunta humana à protagonista feminina.

Laura Esquivel

Laura Esquivel é uma escritora mexicana, conhecida por seu livro “Como Água para Chocolate“, ela combina a arte de cozinhar com o amor, a frustração, o riso e o choro está ligado.

Nos últimos vinte anos, ela fez a diferença no que se conhece como a mania das novelas femininas porque fez perguntas de dentro para fora.

Lygia Fagundes Telles

Dentre as autoras brasileiras, Lygia tem uma importante história no feminismo. Formou-se na Faculdade de Direito do Largo São Francisco na década de 1940, quando a maioria dos alunos do curso eram homens.

Seu livro “As Meninas” foi escrito e publicado durante a ditadura militar e trouxe a história de Lorena, Ana Clara e Leah para a pressão da época. Por outro lado, “A Disciplina do Amor” conta a história de episódios e romances em sua vida.

Chimamanda Ngozi Adichie

 

Chimamanda
Créditos da foto: Site Negrê

As escritoras nigerianas se tornaram um dos maiores símbolos do feminismo hoje e reconhecem-se como uma das mais importantes e mais jovens escritoras inglesas, atraindo a atenção dos leitores para a literatura feminista africana, uma delas é Chimamanda.

Em seu livro “We should All Be Feminists” (que se baseia em seu discurso no TED com mais de 4 milhões de visualizações), a autora desconstruiu o argumento contra o feminismo e argumentou que ele nada mais era do que buscar mulheres e homens iguais aos direitos sociais e políticos.

Djamila Ribeiro

A filósofa, feminista e ativista do movimento negro em seu livro “Quem tem medo do feminismo negro?”, compilou alguns de seus artigos publicados no blog da revista Carta Capital entre 2014 e 2017 em artigos autobiográficos.

Dessa forma, os tópicos abordados pela escritora feminista incluem o aumento da intolerância religiosa dos afrodescendentes, ataques a celebridades negras como Maju Coutinho, as limitações da mobilização nas redes sociais, políticas de cotas raciais e as origens do feminismo negro na América do Norte e no Brasil.

 

Gostou do nosso artigo? Então, deixe um comentário com a sua opinião. Além disso, se quiser, acrescente alguma escritora feminista que não mencionamos aqui.

Vitoria Azevedo

Vitoria Azevedo

Sou formada em Letras-Espanhol e minha paixão pela leitura vem desde criança. Meus livros favoritos são de fantasia, romance de época e ficção científica. Siga meu instagram literário: @desveloliterario

Um comentário em “Escritora feminista: Conheça os principais nomes na literatura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *