Uso de onde e aonde: Saiba diferenciar os advérbios

Uso de onde e aonde: Saiba diferenciar os advérbios

O uso de onde e aonde pode gerar muitas dúvidas para quem está estudando e precisa escrever da forma certa. Mas esse uso possui apenas uma regra muito simples. O Escritora de Sucesso compartilhou as informações sobre o assunto, a seguir.

Uso de onde e aonde

Uma dúvida comum para muitos estudantes e pessoas que gostam ou trabalham com a escrita é saber o correto uso de onde e aonde. Isso acontece muito porque as duas palavras são muito parecidas, mas elas não devem ser usadas nos mesmos contextos.

Os dois termos estão na classe de palavras dos advérbios. Assim, ambos indicam a ideia de lugar físico, ou seja, que está no plano da geografia. Portanto, nenhum deles deve fazer referência a uma ideia abstrata, como um sentimento, pensamento ou conceito.

Conceito de advérbio

Essa é uma classe de palavras que reúne muitos conceitos. Mas em resumo, o advérbio é uma palavra invariável, ou seja, não admite plural ou gênero feminino ou masculino, é uma expressão neutra.

Além disso, a sua função na oração é modificar ou qualificar o sentido de um verbo. Mas nem sempre obedecerá a essa regra. Assim, pode exercer sua função também para outras classes e até para uma oração inteira.

No caso das palavras onde e aonde, elas são advérbios interrogativos de lugar. Mas isso não quer dizer que estarão apenas em perguntas. Eles também aparecem nas frases afirmativas como pronome relativo.

Uso de onde e aonde como pronomes relativos

Quando eles aparecem nas frases afirmativas, funcionam como pronomes relativos. Ou seja, equivalem a a qual, as quais, ao qual e os quais, por exemplo.

Qual a diferença entre onde a aonde?

A maior diferença, portanto, entre os dois advérbios está no funcionamento de cada um em uma oração. Então, o onde em alguns casos pode substituir a expressão em que sem causar nenhuma mudança de sentido. Veja:

  • A casa onde moro é muito confortável;
  • A casa em que moro é muito confortável.

Já o uso do aonde depende da regência verbal. Para descobrir, então, se ele se encaixa em uma oração você deve observar a preposição que acompanha o verbo. Nesse caso, a preposição sempre deve ser o a. Por exemplo, conheça alguns verbos que precisam desse termo:

  • Chegar a;
  • Ir a;
  • Voltar a.

Quando esses verbos aparecem acompanhados pelo onde a preposição a vai formar com ele o advérbio aonde. Ou seja, esse uso equivale ao a que, que tem um sentido de direção, ou movimento. Veja alguns exemplos:

  • Aonde o papai foi? (foi a que lugar?);
  • Hoje precisei ir aonde minha irmã trabalha;
  • Vamos voltar aonde esqueci o meu celular.

Contextos

Em alguns contextos, esses mesmos verbos podem aparecer com o advérbio onde e estarão dentro da norma gramatical. Isso porque alguns deles admitem o uso de outras preposições, como o para. Veja como o uso de onde e aonde pode ocorrer dessa forma:

  • Para onde o papai foi? (para que lugar?);
  • Hoje precisei ir para onde minha irmã trabalha;
  • Vamos voltar para onde esqueci meu celular.

Nesses casos, a preposição para está substituindo o a. Então, o onde nesses contextos está correto.

Resumo do uso de onde e aonde

Ambos são advérbios interrogativos, mas também funcionam como pronomes relativos em uma oração. A diferença do uso de cada um está na regência do verbo que acompanham. Assim, quando os verbos exigem o a, o aonde é o correto de acordo com a gramática.

Para facilitar a identificação do uso de cada um, você pode substituir onde por em que e aonde por a que. Lembrando sempre da regência de cada verbo e se a referência é de um lugar físico.

Agora você já pode aplicar a regra do uso de onde e aonde sem medo de errar. Então, continue estudando gramática para aprimorar ainda mais seus textos e responder suas provas.

Veja também: De repente é junto ou separado? Tire a sua dúvida

Kethlyn Bukner

Kethlyn Bukner

Co-produtora de conteúdos para o Escritora de Sucesso, estudante de Biomedicina, é apaixonada pelo universo digital e escreve para diversos portais.Contato - Michele Azevedo Redação (42) 999479661

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.