Resenha Sol da Meia-Noite – Com spoilers pequenos

Resenha Sol da Meia-Noite – Com spoilers pequenos

Leia a nossa resenha Sol da Meia-noite, o novo livro da Saga Crepúsculo na visão do Edward. Mas cuidado, porque pode conter spoilers!

Se você era adolescente em 2008, provavelmente entrou na febre dos vampiros da Saga Crepúsculo. Também deve se lembrar que alguns capítulos do livro contado na visão de Edward, intitulado “Sol da Meia-noite” haviam vazado.

Por essa razão, a autora Stephenie Meyer decidiu não publicá-lo, mas 12 anos depois estamos aqui com esse livro maravilhoso lançado!

resenha Sol da Meia-noite livro

Então aqui começamos a nossa resenha Sol da Meia-noite, leia um trecho do livro que explica um pouco o título:

“Minha vida era uma meia-noite constante e interminável. Por necessidade, sempre seria meia-noite para mim. Então como era possível que o sol estivesse raiando em meio à minha meia-noite?” P. 124

Sol da Meia-noite, ou Midnight Sun em inglês, é basicamente a mesma história de Crepúsculo, só que contada na versão do Edward. E talvez você se pergunte: para quê ler a mesma história duas vezes? Acontece que estamos falando de Edward Cullen, um vampiro de quase 100 anos e que ainda consegue ler mentes!

Só por esse motivo você deve entender o porquê do livro possuir quase 800 páginas. Ele tem muita história para contar! Sendo assim, através da narração desse personagem conhecemos melhor os outros da série, principalmente seus irmãos. Descobrimos seus pensamentos, personalidades, gostos e um pouco mais da vida deles, desde antes de se tornarem vampiros até o presente. Já que nos outros livros só ficamos sabendo a perspectiva da Bella, que é um pouco limitada. Sendo assim, podemos até dizer que se trata de uma outra história, já que Sol da Meia-noite contém muitas informações que desconhecíamos por saber somente os fatos através de Bella.

Resenha Sol da Meia-noite: Coisas interessantes que descobrimos sobre a história

Acredito que o mais interessante pra mim neste livro foi entender melhor como os dons da família Cullen funcionam, principalmente a leitura de mentes do Edward e das visões da Alice, assim como os dons de Jasper. 

Mas o que é mais fascinante de ler na perspectiva do Edward é como ele se sente em relação à Bella. Em Crepúsculo, a gente percebe o quanto ela possui uma baixa autoestima e no começo duvida de que ele pode sentir o mesmo que ela, acreditando ainda que ela gostava mais dele do que ele dela, como ela conta à Jessica.

Entretanto, na visão de Edward percebemos que ele se apaixona por ela muito antes dela. Além disso, é muito bonito ver as qualidades que ele enxerga em Bella e que os outros não veem, nem mesmo ela.

Como podemos ver nos trechos a seguir:

“Bella era boa. Todo o restante se resumia a essa qualidade. Generosa e modesta, desprendida e corajosa – ela era boa em todos os sentidos. E parecia que ninguém se dava conta disso além de mim”. P. 105

“Indulgente, gentil, solidária, sincera, boa… Essencial, crucial, vital… Eu poderia continuar por um tempo, mas ela me interrompeu”. P. 537

Outra coisa que temos noção nessa versão é sobre a confiança de Edward, que em Crepúsculo, na narração de Bella, sempre temos a impressão de que ele nunca fica nervoso e tem tudo sob controle. No entanto, em Sol da Meia-noite podemos ver que ele não é tão autoconfiante como Bella imagina, já que, assim como ela, ele também está vivendo o primeiro amor.

“Será que ela me via como uma pessoa tão autoconfiante assim? Será que não percebia que tudo isso estava totalmente fora da minha zona de conforto? Eu era bom em muitas coisas, em grande parte devido à minha capacidade sobre-humana. Eu sabia quando podia ser confiante. E não era o caso”. P. 447

Continue a ler nossa resenha Sol da Meia-noite

Mais detalhes

Além disso, também temos mais detalhes do jogo de baseball, já que o Edward narra os lances com mais precisão do que Bella e isso faz com que a gente consiga visualizar melhor o jogo, é quase como se estivéssemos lá assistindo!

Outro ponto importante do livro é a caçada. Em Sol da Meia-Noite conseguimos saber realmente como foi a perseguição de James, já que em Crepúsculo a Bella fica o tempo todo com Jasper e Alice. Dessa forma só ficamos sabendo o que os outros estão fazendo através de breves telefonemas. Mas aqui podemos sentir toda a adrenalina da caçada e o sentimento de culpa de Edward ao perderem o rastro de James, assim como a aflição dele ao saber que Bella havia escapado.

Além disso, também conseguimos entender melhor o dilema de Edward em deixar Bella morrer ou se transformar em vampira. Em Crepúsculo pensamos que é uma decisão fácil, mas na perspectiva de Edward, e principalmente de Rosalie, há muitas coisas em jogo que Bella não leva em consideração.

Itens da Saga Crepúsculo

Capa do livro e mito de Perséfone

Além do título do livro, o que mais chama a atenção é a capa, que traz a foto de uma romã. Muita gente não gostou no começo, dizendo inclusive que era uma capa feia. Porém, lendo a história, percebemos que ela possui um significado, assim como as outras capas dos livros da Saga Crepúsculo também possuem. A autora não dá ponto sem nó! É tudo bem construído e tudo tem um porquê. Dessa forma, para você entender um pouco melhor nossa resenha Sol da Meia-noite, a seguir explicaremos melhor o que a romã significa na história.

Significado da Romã

A romã é referente à mitologia grega, mais precisamente à história de Perséfone e Hades.  Caso ainda não conheça esse conto, saiba que Perséfone ou Proserpina na mitologia romana, era filha de Deméter, a deusa da agricultura e de Zeus. Mas ela era tão bonita que chamou a atenção de Hades e por isso ele a raptou, levando-a para o submundo. Então, sua mãe entrou em uma depressão profunda e entregou o mundo ao caos e à fome. Por essa razão,  Zeus teve que intervir e tentou chegar a um acordo com Hades. Mas enquanto o acordo não acontecia, Perséfone comeu algumas sementes de romã e ao comê-las acabou assinando seu destino de nunca mais poder sair do submundo, pois lá não se podia comer nada, senão nunca mais seria possível ir embora.

Entretanto, mesmo assim, Zeus conseguiu um acordo, Perséfone ficaria metade do ano com Hades, no submundo e a outra metade com a mãe. E foi assim que surgiram as estações do ano, já que no verão e na primavera, a moça ficava com a mãe, já no inverno e no outono, que são épocas sem colheitas, Perséfone ficaria com o marido.

Deixaremos aqui algumas citações que fazem referência a esse mito:

“De repente, enquanto ela comia, uma estranha comparação surgiu em minha mente. Por um segundo, vi Perséfone com a romã na mão, condenando-se ao submundo.

Aquele seria eu? O próprio Hades, cobiçando a primavera, roubando-a, condenando-a à noite sem fim” p. 210

“Cada palavra que dizíamos, cada uma delas era mais uma semente de romã” p. 232

“Mais uma vez, me perguntei como poderia pôr isso em prática e estar com ela sem afetar negativamente sua vida. Ficar na primavera de Perséfone, mantendo-a a salvo do meu submundo.” P. 329

“Algumas sementes de romã e ela estaria presa  no submundo comigo. Sem volta. Primavera, luz do sol, família, futuro, alma, tudo seria roubado dela”. P. 343

“Seus dedos acariciavam as flores mais altas, e eu me lembrei mais uma vez de Perséfone. A Primavera personificada”. P. 377

“Era um caminho perigoso para sequer se considerar. Hades e sua romã. Com quantas sementes tóxicas eu já a havia infectado?”. P. 395

“Um lampejo de inquietação alterou minha expressão. Pensei em sementes de romã pela primeira vez em algum tempo”. P. 509

“Sementes de romã e meu submundo. Eu não tinha acabado de testemunhar um exemplo brutal de como o meu mundo poderia lhe causar danos incalculáveis?” P.  665

  1. Deixe um comentário: Resenha Sol da Meia-noite 

E então, você já leu o livro? O que achou da nossa resenha Sol da Meia-noite? Conte pra gente aqui nos comentários! E siga nosso instagram @DesveloLiterario

Compre o livro: https://amzn.to/31VoUau

Vitoria Azevedo

Vitoria Azevedo

Sou formada em Letras-Espanhol e minha paixão pela leitura vem desde criança. Meus livros favoritos são de fantasia, romance de época e ficção científica. Siga meu instagram literário: @desveloliterario

5 comentários sobre “Resenha Sol da Meia-Noite – Com spoilers pequenos

  1. Ameeeei a resenha! Fiquei ainda mais ansiosa para ler esse livro e saber como ele se sentia em relação a Bella 😢😢 e também sobre Alice e Jaspen 😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *